12 fevereiro 2015

Uma cor assim para o escuro

By, [miss]Framboesa
Entro no cabeleireiro do costume, digo a recepcionista o que pretendo fazer, ela consulta a minha ficha de cliente,sento-me na cadeira enquanto espero a técnica que me trata da cor e conto mentalmente... 

três-dois-um...

Técnica+Assistente (que eu sou chique, é logo aos pares)-Então vai fazer esta cor, não é muito escura?

(...zero...pumbas, já 'tá)

Eu- Não, é essa mesma.
T+A- E não quer umas nuanaces, umas madeixas, um tom abaixo?
Eu- Não...é mesmo assim que quero, obrigada.
T+A - É que é escura...
Eu - É a que uso há vários anos.Não se preocupe.

O diálogo repete-se sempre que lá vou. Das primeiras vezes ainda pensei que a cor na ficha estava enganada e aparecia como verde ou azul. Mas depois lá me habituei ao interrogatório da cor escura.Tivesse o cabelo mais curto passava bem pela "Branca de Neve" da Disney, é verdade.Mas eu gosto assim.
Xo,Xo, F.

1 comentário:

Anónimo disse...

Aqui no Brasil é igualzinho, o cabeleireiros só pensam em clarear e alisar.

Gostei do seu blog, vou segui-lo.
beijinhos