09 agosto 2013

Sexo e a Cidade

By, [miss]Framboesa

E acabei de ver o Sexo e a Cidade. Ontem (Agosto 2013).
Vi os filmes antes de ver a serie (onde raio andava eu em 2000? Ah espera, não tinha box), fui a NY e Paris antes de ver a serie (comi o cupcake da Carrie e estive em locais chave, ainda não tinha bem a certeza de onde raio tinha saído o Big).

Com a reposição vi a última temporada e depois vi umas temporadas lá pelo meio, só depois vi a primeira temporada (e se não estivesse já tão viciada na serie teria desistido ao fim de 3 episódios da primeira.... se calhar foi isso que fiz há 13 anos atrás...) e ontem acabei de ver a terceira. Não foi o modo mais ortodoxo de seguir a serie mas não deixei de adorar cada episódio (fora os 3 primeiros da primeira serie)...

No meio de tanto sapato caro, roupa, sexo e futilidades surgiram-me questões que mesmo passado tantos anos estão tão actuais e são ainda tão pertinentes. 
E como não acompanhei os episódios de seguida, quando vi os primeiros, já sabia vários desfechos e foi engraçado ver constantemente promessas e certezas por parte das personagens principais, quando eu sabia o que ía acontecer realmente...ou então o sofrimento desmedido quando afinal as coisas se acabariam por resolver (apetecia-me entrar pelo ecrã dentro e gritar: "Charlotte, 'miga, tu vais casar mulher...aliás...duas vezes!Deixa-te de dramas que não ficas para tia!").

Vou ter saudades destas 4 miúdas.
(E quando acabar definitivamente Gossip Girl e Revenge, vai cair o Carmo e a Trindade)


Btw: eu sou a Charlotte arraçada de Carrie =)


Xo,Xo, F.

4 comentários:

  1. Era viciada nessa série na altura :) *

    ResponderEliminar
  2. adorava na altura e andei a rever a série o ano passado!

    ResponderEliminar
  3. Quando era mais nova não me dava para ver a série, mas agora já me revejo mais:) Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. eu dantes não ligava mas agora vi a serie com outros olhos...na volta ainda a revejo daqui a 10 anos outra vez :)

    ResponderEliminar

Yep! Se fosse a vocês escrevia qualquer coisa, senão fico a pensar que eu é que tenho razão(Obrigada)