14 fevereiro 2013

Love today!

By, [miss]Framboesa

Estava aqui a lembrar-me que mesmo quando não tinha namorado, neste dia dedicado ao Amor ( ao S. Valentim) o meu pai tinha sempre uma atenção (ainda) mais especial para com a minha mãe e para comigo. 
O Amor reveste todas as formas e feitios e seria um desperdício além de o celebrar nos outros 364 dias não o celebrar no dia de hoje também.

Amem-se muito todos os dias e hoje também! Faz bem à pele, à saúde e ao espírito...e ao contrário do que dizem por aí é de borla :)

Ah e coiso e é só comércio (então não comprem nada pah) e nos outros dias se calhar andam á batatada (é o mais certo, é condição sine qua non de festejar), e para mim amor é todos os dias por isso hoje não é ( força nisso) e não quero datas fixas que me fazem alergias ( também festejo o Natal em Agosto, ora bem) e blahhh M n' Ms de manteiga de amendoim...BS!
Xo,Xo, F.

4 comentários:

  1. Concordo :) nós este ano não vamos comprar nada um para o outro por dificuldades economicas e não é por isso que deixamos de festejar... basta ter imaginação e sobretudo amar se a pessoa com quem se está... pode ser dia comercial e por aí fora mas é tb sempre uma desculpa para se namorar mais um pouco :) aproveitemos todas as desculpas e todos os dias :)

    ResponderEliminar
  2. Solteiros ou não temos de festejar, não só neste dia como em todos!
    Acho que anda por aí um bichinho pelas redes sociais um pouco revoltado por estar solteiro, que eu ou vejo estados amorosos ou vejo estados raivosos a criticarem o dia de S. Valentim.
    Acho que cada um festeja o que quer e não precisa de criticar, porque no dia de Natal já lá andam todos para os presentes e a desejar feliz Natal quando maioria nem católico é. Não critico o facto de festejarem sem serem católicos, critico o facto de festejarem umas datas e criticarem outras só para embirrar.
    Concordo muito com o teu post!

    http://imperfectm.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Oh, que imagem cutxi. :)

    ResponderEliminar

Yep! Se fosse a vocês escrevia qualquer coisa, senão fico a pensar que eu é que tenho razão(Obrigada)