18 fevereiro 2011

Coreografar expectativas

By, [miss]Framboesa

Sou uma grande coreógrafa de expectativas.
Relativamente a situações futuras ansiadas, situações que na grande maioria podem nunca vir a acontecer, consigo imaginar o cenário todo, as deixas...até a banda sonora e se se justificar a indumentária.

Crio expectativas com demasiada facilidade e com a mesma facilidade as vejo goradas. Porque esses "cenários" que crio a partir de uma conversa, de uma dica, de um gesto, embora sejam tão óbvios e perfeitos na minha mente, dependem das mais variadas circunstâncias, atitudes, pessoas...

Porém, há alguma parte do meu cérebro, na secção que gere as emoções, que entra em curto-circuito com a racionalidade, e eu continuo a esperar o inexpectável, de tal modo que se não corresponder ao que imaginei elimino tudo o resto, como que inexistente. Pura e simplesmente tenho uma grande dificuldade em gerir a desilusão, especialmente quando se trata de coisas que são muito importantes para mim. Damn it.

Preciso de atinar rapidamente, porque senão vou estar sempre numa corda bamba de ilusões. 
Xo,Xo, F.

5 comentários:

Cláudia disse...

Minha querida, eu sou igual.
Depois a queda é sempre grande :(

Vivendo e aprendendo.

Beijo enorme

Marina Ribeiro disse...

Pois... para a peça sair perfeita podia-se arranjar uma coreografia mais simples, não era? Mas queremos sempre tudo e mais alguma coisa, e depois quando o pano sobe, o artista cai... de tanta ansiedade.

Framboesa disse...

--> Claúdia . estamos lixadas as duas então...oh ceus!!!

--> Marina: o pior é isso...as minhas coreografias são complicadissimas e elaboradas! à opera style mesmo!

v.s disse...

Bem.. as minhas coreografias não são tão elaboradas como as tuas! =P Mas idealizo bastante o momento exacto antes do cair do pano, aqueles 5 segundos breathtaking, tensos, que ficam colados na cabeça das pessoas (imagino eu)... crio 1000 expectativas.

Framboesa disse...

VS - Oh pah mas as minhas são...a ver se sou mais comedida...(deve ser, deve)