21 março 2012

Pudim de Pão com laranja

By, [miss]Framboesa
Fiz este pudim de pão para sobremesa do jantar de Dia do Pai.Fico sempre receosa quando faço bolos ou sobremesas porque como raramente os faço não tenho muito bem a noção de como vai correr.Desta vez correu bem :) Não sei de onde tirei a receita porque misturei um pouco quer os ingredientes quer o modo de elaboração (há tantas variações!). E pelos vistos a xafurdice nas receitas resultou...
O meu pai contou-nos que na juventude dele na hotelaria, era o pudim que mais se fazia para aproveitar os restos de brioches que sobravam dos pequenos almoços...já lá vão 40 anos!




Ingredientes:
4 carcaças/papo-secos
6 ovos
0,5 l de leite
200 gr de açúcar
sumo de uma laranja grande
um pau de canela
caramelo liquido

Pre-aqueci o forno a 180º e coloquei no interior um recipiente com água para fazer banho maria.

Fervi o leite com o pau de canela e duas cascas de laranja(sem a parte branca).

Parti as carcaças aos bocados e sobre elas deitei o leite fervido; tirei o pau de canela e as cascas de laranja e deixei as carcaças absorverem o leite.

No liquidificador/maquina de fazer batidos deitei o açúcar, os ovos e algumas raspas da casca de laranja (sem a parte branca).Misturei bem.

Juntei no liquidificador o sumo de laranja e as carcaças que estavam a embeber no leite.Misturei bem.

Untei com caramelo uma forma de pudim com tampa e despejei a mistura.Tapei e foi ao forno em banho maria cerca de 50 minutos.

Desenformei apenas depois de frio, acrecentei mais um pouquinho de caramelo líquido e decorei com raspas de laranja confitadas.Também deve ficar bom com umas gotinhas de cointreau ou triple sec misturado no caramelo, mas ainda não foi desta vez que experimentei.


Já agora, obrigada Ju por me teres introduzido no Mundo dos pudins de pão :)
Xo,Xo, F.
para qualquer eventualidade, consultar o "disclaimer #1"

Fim de semana em família

By, [miss]Framboesa





Versão cunhados e sobrinhas     
Momentos raros mas sempre bons.Obrigada :)
           Xo,Xo, F.

20 março 2012

Querido Josh

By, [miss]Framboesa
Os últimos tempos (meses?) têm sido de espera por coisas que não sei se chegarão, que não sei se quero, que não sei se espero realmente.
De saudades de coisas passadas e de coisas que nunca aconteceram. Especialmente de coisas que nunca aconteceram.
Tenho murmurado muito sozinha.Tenho pensado alto.Mas não tenho sonhado de olhos abertos.E precisava.
E também precisava de ter uma amiga com quem falar.Sem ser uma figura maternal.Sem ser o amor da minha vida.Não que não tenha amigas com quem possa falar, seria uma afronta dizer isto sabendo o quanto sou abençoada no que respeita ás pessoas de que me faço rodear.Eu é que simplesmente não consigo ter assim uma amiga confidente. Pois se eu própria mumuro comigo.Não o digo alto com todas as palavras.E precisava.
Xo,Xo, F.

16 março 2012

Então?

By, [miss]Framboesa
Os pelos não caem.
Fiz a primeira sessão com luz pulsada faz hoje 15 dias e os pelos estão lá.Com ar esturricado é certo, mas estão lá todinhos (não que os tenha contado antes, mas acho que se consegue perceber a ideia).

E disse a senhora do Centro Estético que na semana seguinte não podia apanhar sol nas pernas, e eu toda desorientada...então mas entretanto os pelos vão crescendo e quando vou para apanhar sol já não estou em condições.....e diz a senhora que eles demoram semana e meia a cair mais ou menos e vou bem a tempo de ir á praia toda impec...e eu toda feliz e contente e com uma sensação de liberdade total, adeus máquina de arrancar pelos pela raiz, adeus lâmina e os "é só esta vez porque é uma emergência" e os cortes inerentes á mesma...

Mas não.
Estão aqui e eu olho para eles religiosamente de manhã e à noite e mando para o ar um " 'Tão? Não caem?!"

(Embora a imagem dos mesmos a cair pela casa me dê um pouco de aflição, agora que medito no assunto).
Xo,Xo, F.

15 março 2012

Weddingchicks.Com {suspiro}

By, [miss]Framboesa
Adoro este site. Divago por ali e acho tudo sempre simplesmente maravilhoso.Observo rostos, detalhes e pormenores inusitados.Perco-me nos cenários e imagino o que quereria para mim e o que alteraria.Adoro o cinza com o amarelo, o castanho com tons de rosa, lilases, todos os pasteis e todas as cores quentes.Amo as lanternas e as molduras.E fico quase transtornada com os sapatos azul turquesa às pintas.
{suspiro}
Chego a suspeitar que ainda sou um pouco romântica.

BTW: andamos a montar o nosso album do casamento no México, no ano passado.
{suspiro}
Xo,Xo, F.

09 março 2012

Rir é mesmo o melhor remédio

By, [miss]Framboesa
Ontem fui a casa dos meus pais para tratar de alguma papelada para o seguro e tirar fotos às mazelas da minha mãe.

Eu - Oh pah, acendam a luz senão as fotos ficam desfocadas...
Mãe - Mas se acendermos a luz ve-se tudo lá de fora...

Cenário: a minha Mãe só em roupa interior na sala, eu de máquina fotográfica em punho a tirar fotos, o meu Pai a mandar bitaites e piropos (sim, piropos) e o Bell a observar a cena.

Mãe - Ainda pensam que estamos aqui a fazer uma sessão pornográfica...

E rimos todos... Se há coisa que adoro nos meus Pais é que não são mariquinhas nem "coisinhos" ... Podiam andar a queixar-se e lamentar-se durante semanas a fio, e não era caso para menos,  mas não, ali estavam eles a brincar com a situação como se não fosse nada.
Xo,Xo, F.

07 março 2012

Sexta Feira

By, [miss]Framboesa
Tivemos que ir a Trás-os-Montes este fim de semana. Os meus Pais estavam lá a dar apoio á minha Avó que tem estado...velhinha (94 anos são 94 anos...). 
Sexta-Feira passada tiveram um acidente de automóvel.E nós fomos lá buscá-los. E estive com a Avó, com os meus primos e tios (que foram incansáveis a prestar auxílio e apoio aos meus Pais).E andei por lá pela aldeia.E estive á lareira.E li mais um pouco do meu livro "Roma".E de caminho almoçámos no restaurante "3 Pipos" perto de Tondela (recomendadíssimo). E comi aletria.E presunto.E ovos de ganso.E fomos ver uma fraga gigante.E vi de relance as fotos do carro espatifado.E brinquei com a minha mãe devido aos vários hematomas que tem no peito e tronco (disse-lhe que tinha tentado fazer uma operação plástica ás escondidas e que tinha corrido mal).E dei mais uns mimos á Avó.E estive de novo á lareira.

E só ontem de manhã caí em mim.Senti-me imensamente grata e imensamente frágil também. Senti que se não fosse a mão de Deus podia ter sido o dia mais triste da minha vida.E só ontem chorei.
Xo,Xo, F.

02 março 2012

...pronto, já passou : )

By, [miss]Framboesa
Xo,Xo, F.

Valha-me a chuva...

By, [miss]Framboesa
E depois de um lamiré na blogosfera e uma miradela ao calendário, ando aqui a ver se descubro a razão de tanto entusiasmo com o mês de Março.
Ou então foi o mau-humor que voltou.
Xo,Xo, F.

01 março 2012

Cenas picantes da vida de um casal

By, [miss]Framboesa
Na última viagem que fizemos comprámos um tempero para juntar a esparguete, composto por uma miscelânea de ervinhas, tomate seco (ou não), alho e mais não sei quê. Deixa-se uma porção de molho em azeite cerca de 30 minutos e junta-se á esparguete escorrida.

Experimentámos no início desta semana e até juntei uns cogumelos frescos para abrilhantar a receita.
Juntei 1/5 da mistura.
Calor.Calor.Calor.

Aquilo é picante. Assim do tipo que parece que não vai acontecer nada e em segundos surge uma labareda que nos invade a laringe, faringe e o céu da boca.
Auch.

Identificámos uns pedacinhos vermelhos como sendo os culpadas de tal caloraça (afinal aquilo não era tomate) e tentámos salvar a esparguete.

Eu - Olha que figurinhas, nós aqui a tirar as coisas vermelhas uma a uma...eheheheh...isto só filmado...juro que se tivessemos uma câmara a difundir as imagens para a net, muita gente pagava só para ver estas cenas parolas...

Ele encolheu os ombros e ficámos ali a rir os dois.E a catar os pedaços de "tomate seco".
 Xo,Xo, F.

In the Navy

By, [miss]Framboesa
Ontem vimos um documentário no canal Odisseias sobre o naufrágio do Costa Concordia em Janeiro passado (sim, já há um documentário...).
Senti um misto de emoções, tal como senti um misto de emoções naquela manhã de Janeiro quando o Mike me disse que um navio de três mil e tal passageiros estava virado. Senti alívio por todos os passageiros e tripulantes que se conseguiram salvar, como quem vê um filme em que tudo indica que as coisas vão correr bem...mas porque sabia o desfecho deste acidente, senti angústia pelas pessoas que ficaram encurraladas sabe-se lá onde, sabe-se lá durante quanto tempo.

Já fiz vários cruzeiros ao longo da minha vida (nenhum no "Costa", a maior parte pela "Royal Caribbean") e só quem está comigo nesses momentos sabe a adrenalina que sinto neste tipo de viagens, provocada por uma felicidade exacerbada.É inexplicável. Para mim um navio de cruzeiro faz parte do meu "top 5" de lugares onde me sinto melhor no Mundo. 

Estranhamente, apesar de sentir um aperto no peito nos dias que se seguiram aquela tragédia (e ter deixado escapar algumas lágrimas por compreender o pânico que muitas pessoas devem ter sentido quando se viram aprisionadas num monstro daquelas dimensões), continuo a considerar um navio de cruzeiro um dos 5 lugares "no Mundo" onde me sinto melhor, mais feliz, mais livre.

Xo,Xo, F.