31 outubro 2011

...no tricks.Just treats!

By, [miss]Framboesa



 
Daqui
A festa ontem correu maravilhosamente assustadoramente bem.
Reportagem fotográfica logo que possível.
Tenham uma noite enfeitiçada!
Xo,Xo, F.

28 outubro 2011

Cidadã do Mundo

By, [miss]Framboesa
Gostava de regressar a Londres ( a minha cidade favorita ever) e a Cambridge (onde fui muito feliz durante 6 semanas da minha adolescência).Gostava de atravessar o Atlântico num navio de cruzeiro gigante.Gostava de passar um reveillon em Times Square (a festa que eu fiz, quando no ano passado estive a 5 cm da bola original ...).Também gostava de passar um Reveillon a bordo de um navio de cruzeiro. (aliás, eu por mim até posso arrancar um dente do ciso, fazer exame de condução ou defender uma tese de mestrado a bordo de um cruzeiro que fico sempre feliz). Gostava de passar um Carnaval em Veneza ou em Key West.Gostava de ir a Las Vegas (Dizem que é a minha cara... o que quer que isso queira dizer.) Gostava de passar uma Acção de Graças nos EUA.Gostava de ir a Chicago e ao Texas.Gostava de ir á Basileia aos Mercados de Natal.Gostava de ir a Praga, Viena e Budapeste. Gostava de assistir a um jogo ao vivo dos NY Yankees.(Não precisava de ficar lá o tempo todo, vía um bocadinho, comia um cachorro quente, levava o equipamento todo e depois vinha-me embora ao fim de 30 minutos).Gostava de fazer um safari em África (desde que me garantissem que não ía haver caçadas entre espécies e os animais íam ali andar amiguinhos).Gostava de passar um Halloween na Irlanda. Ou na Disneyland Paris (aí também podia passar um Natal.Ou Páscoa.Ou ir em Junho ou Setembro ou Agosto).
E pronto, por hoje é tudo.
Xo,Xo, F.

27 outubro 2011

Das certezas

By, [miss]Framboesa
Hoje em dia opinamos sobre tudo e temos certezas sobre tudo.
É ver nas caixas de comentários.
É ver nos foruns pela Internet fora.
Nas entrevistas.

É impressionante a velocidade e prepotência com que se deita alguém abaixo quando não se concorda com uma opinião e atitude. Com que se julga. A facilidade e leveza com que se diz: "Eu nunca faria isto e aquilo".

Conforme o tempo vai passando cada vez tenho mais dificuldade em tomar uma posição sobre diversos assuntos ou prever as minhas atitudes.
O que parecia óbvio ontem, hoje não me parece tão claro assim.
O que jurei nunca fazer no futuro, talvez já tenha feito e repetido.

Hoje, com mais experiência de vida do que tinha há alguns anos atrás ( e menos do que terei daqui a outros tantos anos, espero), sinto cada vez mais que as pessoas que têm sempre opinião formada sobre todos os assuntos, escolhas e reacções, são as pessoas que menos experiência de vida têm.

São as que raramente se debateram com situações limite, com obstáculos imprevisíveis, com decisões de "sim" ou "não".

Porque só mesmo a experiência de vida, in loco, nos permite saber como reagiríamos em determinado momento e como somos realmente. Ou pelo menos da-nos a noção que as coisas não são tão transparentes  e simples como parecem.
Xo,Xo, F.

26 outubro 2011

Framboesa, a Feiticeira

By, [miss]Framboesa

Por estas bandas prepara-se uma reunião de Bruxas, Zombies e outros seres estranhos e não identificáveis. Domingo (para despistar feitiços traiçoeiros).

Ao mesmo tempo, durante o dia, visto  o meu disfarce de funcionária e estou cada vez mais embrenhada em novas actividades laborais.
Mete-me medo a responsabilidade.Mas também me entusiasma.Muito!

O meu tempo tem assim sido ocupado...por um lado, na minha vida real, com morcegos, vassouras de bruxa e receitas psicadélicas...por outro lado, no meu disfarce de ser-humano, com regulamentos, leis e decretos-lei.

Tenho que ter mais cuidado.
Quase fui apanhada no supermercado...também não é normal perguntar a uma colega se as bolachas quadradas davam para fazer tágides para o meu "Doce Assombrado" ou qual seria o melhor frosting de cupcakes para fazer fantasmas.

Além de ter um "cadinho assim" de diva...agora também me revelo, F., a Feiticeira :) (Abracadabra)
Xo,Xo, F.

24 outubro 2011

Sons de Halloween

By, [miss]Framboesa
Á cata de músicas e efeitos sonoros de Halloween.

As músicas e efeitos de gritos e correntes ainda vá que não vá. Metem respeito sim senhora.

Agora, os efeitos especiais de trovoada e vento...Depois da noite de ontem (em que eu jurei a pés juntos que tinha caído qualquer coisa na nossa varanda)... parecem músicas de embalar. Meninos.
Xo,Xo, F.

20 outubro 2011

Momento perverso do dia

By, [miss]Framboesa
Já alguma vez analisaram o anúncio do "Quarto Escuro" da TMN, á luz do que é hoje considerado o jogo do quarto escuro
(que anda um "cadinho" longe do que consideravamos o quarto escuro na nossa adolescência)
(estou a falar da geração dos anos 70/80).
Já?
Hummmmmmm...
Xo,Xo, F.

19 outubro 2011

Fundação Make a Wish

By, [miss]Framboesa


Já conhecia o conceito dos EUA e já tinha até contribuído... Fiquei bastante satisfeita por também existir em Portugal :) Se puderem ajudem, especialmente porque nem sempre o tempo corre a favor da realização dos desejos de algumas destas crianças. Obrigada.

"A Fundação Realizar um Desejo é a filial portuguesa da Make-A-Wish® Internacional. Tem como missão conceder desejos a crianças e jovens - dos 3 aos 18 anos - que têm ou tiveram a sua vida em risco com doenças progressivas, degenerativas ou malignas, contribuindo assim para lhes levar um momento de alegria e esperança."


 
Xo,Xo, F.

Incompatibilidades

By, [miss]Framboesa
Não compreendo o conceito das cápsulas compatíveis para Nespresso.

Em nossa casa temos uma Dolce Gusto, e antes de optarmos por esta máquina provámos algumas variedades de café da Nespresso, da Tassimo e outras marcas do gênero.
Também nos foi explicado que cada tipo de café foi produzido especificamente para aquele tipo de máquina de acordo com as suas características, de modo a optimizar o sabor.
E foi assim que nos decidimos por esta marca. Se tivessemos gostado mais de outro café, tínhamos optado por outra máquina. Consequentemente usamos na máquina, o café que mais gostámos quando andámos em degustação (btw:Buondi).

Por isso não percebo porque se compra uma Nespresso e depois se utiliza café que não é Nespresso... Será só pelo estilo? É como comprar um Mercedes com um motor e características de um Opel Corsa (salvo seja, o primeiro carro que conduzi)(o Corsa, não o Mercedes). Está lá tudo mas afinal, afinal...
Xo,Xo, F.

18 outubro 2011

O Polvo

By, [miss]Framboesa

Senhores do P*ngo Doce
Lembram-se de anunciar o vosso polvo que era grande, gordo e não encolhia? Lembram-se?
Eu lembro-me...
E lembro-me de fazer o belo do polvo á lagareiro em que um tentáculo apenas, dava para uma refeição inteira.
De fazer arroz de polvo em que apenas usava meio polvo, senão tinha arroz para 2 semanas...
Tinham à escolha do cliente o polvo médio e grande. E eu era uma cozinheira feliz.

Mas de umas semanas para cá, não há escolha. O polvo é pequeno, engelhado e encolhe.
Encolhe e de que maneira senhores! Tenho que andar á cata dele no fundo da panela de pressão e quando o tiro cá para fora parece que estou a pescar uma alga murcha ou as pontas de uma esfregona...

Por isso vejam lá se atinam e trazem de volta os polvos rechonchudos...insuflem-nos, ponham-lhe silicone (ok, não ponham..) incluam-nos num dos vossos cabazes com produtos que não me interessam mas desde que lá esteja o polvo gordo eu compro, façam o que bem entenderem, mas tragam esses meninos de volta.

E já agora sabem os vossos pimentos padrón,"unos pican y otros no" ?
Picam todos.

Xo,Xo, F.

Uma questão de trono

By, [miss]Framboesa
Para não aprofundar o tema cá vai disto:
ando a comer ameixas secas (até já usei o truque de deixa-las de molho durante a noite), bebo um copo de água morna com gotas de sumo de limão logo pela manhã e como farelo de trigo e afins ao pequeno almoço.
Já bebi nas duas últimas semanas, duas vezes chá com sene, mas quero evitar dado que o sene é uma planta que irrita imenso os intestinos.

Fora medicamentos, agradeço mais dicas naturais para ver se a coisa encarrila e eu frequento mais vezes o trono, vá. Obrigada :)
Xo,Xo, F.

17 outubro 2011

Fora de ironias...a crise?

By, [miss]Framboesa

Fala-se na crise. Nas dificuldades. Nos dramas familiares. 
E acredito que ela exista e esteja cada vez mais acentuada. Tenho que acreditar, não é? Com estas medidas todas não há como não existir... Acredito que muita e cada vez mais gente tenha que pedir dinheiro para comer, fiado na mercearia, abdicar de medicamentos. Entristece-me imenso que tanta gente tenha chegado a este ponto.

No entanto em meu redor não "noto" a crise como ela é retratada na tv.
E dou-me com pessoas com diferentes níveis de vida, de diferentes estratos sociais, por isso nem posso dizer que estou a falar dos meus vizinhos da Lapa ou Quinta da Marinha (Nota: eu não moro na Quinta da Marinha nem lá perto...foi força de expressão...).

E não quero com isto vir para aqui bradar aos quatro ventos que a crise não me atinge! Não sei o dia de amanhã. Temo por ele. Tenho receio que a conjectura me tire o tapete debaixo dos pés. Acho que em nossa casa gerimos as nossas finanças de um modo equilibrado e são, mas hoje em dia já não sei o que pensar.

Contudo, confesso que continuo a ver em meu redor pessoas a tomar o pequeno almoço fora todos os dias, a comprar roupas de marcas caras, a viajar amiúde, inscritas em ginásios caros, a ir ao cinema duas vezes por semana, ao cabeleireiro e manicure todas as semanas...Consomem-se gadgets a uma velocidade imensa...devo ser das poucas pessoas que não tem uma Bimby ou uma Wii.

E acho que fazem muito bem...quer dizer...cada um gere o seu dinheiro como melhor lhe aprouver, certo? Eu também faço o mesmo, ora bem!

Mas...será que é isto a tal pobreza envergonhada?
Ou muitas pessoas ainda não se aperceberam que a "coisa" está mesmo complicada?
Ou então, na verdade, não estamos assim tão mal?

E seria óptimo se fosse esta última hipótese: gosto pouco do discurso do coitadinho ou do discurso do gênero: "Ai fala-se na crise mas os hotéis estão todos esgotados...". Por mim e no que a mim me diz respeito, que se esgotem os hotéis e restaurantes todos e que não haja vagas nos Spas durante meses! Seria óptimo!

Mas...e a crise?
Xo,Xo, F.

14 outubro 2011

Coelho estufado com vinho e alho

By, [miss]Framboesa
Tinha comprado lombinhos de coelho e não queria repetir a "formula" forno+azeite+alecrim (que é como costumo fazer as pernas de coelho); divaguei pela net e inspirei-me na receita da Colher de Pau á qual fiz algumas alterações.

Tal como ela refere também dá para aplicar a frango e peru por exemplo.

O Mike diz que estava óptimo...eu apenas provei o molho (que quase não chegava para as "encomendas" de tanto molhar pão), porque do coelho só como as pernas (porque têm ar de pernas de frango ... ainda me ando a habituar á ideia do coelho...)



Ingredientes:
Pedaços de Coelho (eu usei lombinhos)
Vinho tinto
Alho
Cebola
Azeite
Louro (usei em pó)

Alecrim
Molho Inglês
Sal e Pimenta

Coentros

Preparação:

1.Marinei os pedaços do coelho de véspera, do seguinte modo:
Numa tigela coloquei os pedaços de coelho, temperei com bastante alho ás rodelas ou picado, um pouquinho de alecrim, louro (usei em pó) um pouco de molho inglês, sal e pimenta (atenção, não abusar do sal já que o molho inglês também é salgado). Cobri com vinho tinto. Deixei repousar no frigorífico cerca de 24 horas.

2.Passado o tempo de repouso, levei ao lume um tacho com azeite onde refoguei ligeiramente 2 cebolas cortadas às meias luas.

3.Quando a cebola já estava a ficar macia, adicionei os pedaços de coelho e a marinada e envolvi. Deixei estufar lentamente.

4. Entretanto cozi batatas com pele num tacho com água e sal.

5. Quando o coelho já estava cozinhado e o molho apurado, juntei ao molho as batatas descascadas e cortadas em rodelas grossas e envolvi no molho.

6. No fim era suposto temperar com coentros picados, para servir...mas esqueci-me deles :)
Xo,Xo, F.
para qualquer eventualidade, consultar o "disclaimer #1"

13 outubro 2011

Um telemóvel de "gaja"

By, [miss]Framboesa
A minha relação com telemóveis tem sido estranha, conflituosa e atípica. Logo eu que detesto falar ao telefone.

O primeiro telemóvel que tive foi-me oferecido pelos meus pais já há uns bons 14 anos...um Startac da Motorola que na época (repito: na época) era assim qualquer coisa de "sofisticadíssimo". Avariou. Várias vezes.

Comprei um à pressa para o substituir....e porque depois de termos o nosso primeiro telemóvel temos que estar contactáveis, não há regresso possível á fase cabine telefónica... Era maniento, nem sempre trabalhava, mas como foi comprado á pressa desculpei.

Depois disso ofereceram-me um telemóvel que adorava...mas  fomos assaltados na nossa casa e roubaram-me o telemóvel... que entretanto tinha saído do mercado; adquiri outro  assim com mp3 e tal e coiso, que se aguentou uns tempos até gaguejar...

No ano passado o Mike comprou um HTC cheio de artilharia pesada, mas como na mesma altura a operadora lhe ofereceu "outro", fiquei eu com o HTC. Maravilha! Só faltava fazer omeletes. Mas nos últimos tempos desligava-se sozinho e ficava sem rede "porque sim".

Este Sábado comprei um telemóvel assim meio ao calhas.
Embirrei que não ía pagar uma fortuna por um telemóvel que se ía avariar, ou me íam roubar, ou o que quer que seja que já tinha acontecido antes mil vezes.
Devolvi-o no Domingo porque afinal não gostei dele, especialmente o ecrã táctil que era miserável. Como era troca por troca tive que escolher ali á pressão outro.

...E apesar de não ter 10% das funções do meu anterior adoro este menino: rosa vistoso, teclado qwerty e cumpre os meus objectivos. Um fôfo.

Até ao Iphone 6 (parece que o mais recente é o 5 mas chama-se 4 s) acho que estou arrumada.

(bate na madeira)
Xo,Xo, F.

Mais um belo despertar...

By, [miss]Framboesa

Deixem-se lá de coisas.
Podem receber flores, cartas de amor e bombons...prendinhas e jantares românticos... Mas o meu marido consegue superar todos em termos de romantismo:

De véspera tira o som ao despertador para que eu não acorde e não vá trabalhar, para assim ficar mais tempo com ele. 

É ou não é romântico?
E já é a segunda vez que o faz...
Xo,Xo, F.

12 outubro 2011

Too much.

By, [miss]Framboesa
Tenho na minha cabeça demasiadas coisas para gerir ao mesmo tempo.
Queria falar delas.
Queria grita-las.
Repeti-las vezes sem fim até que se desvanecessem.
Como se o facto de as repetir lhes tirasse força ou fizesse mais sentido para mim.
Ás vezes os meus pensamentos sufocam-me.Ficam aqui como um nó na garganta que não se desfaz ou apenas se desfaz em lágrimas. Ou nem isso.
Xo,Xo, F.

Ui, um post daqueles...

By, [miss]Framboesa
Sobre o tempo, pah.

Acordo de manhã e sinto um fresquinho agradável nos meus braços e penso: "Lá chegou finalmente o Outono!"
Mas não...Por volta das 12 horas já está novamente um braseiro.
E estamos em Outubro, nem sequer é o Outono de Setembro que é assim um Outono mais "nhennnn...".

Este tempo afecta-me. Afecta-me os neurónios, baixa-me a tensão e afecta-me sobretudo a disposição.

Claro que gosto de sol e calor, mas gosto menos que o resto da população Mundial está visto... Devo ter um termostato interior com um sensor qualquer, que só permite xis dias de calor por ano.
Se morasse num país com sol e calor 365 dias por ano, mudava-me para Londres.
(Ok, eu arranjava qualquer desculpa para me mudar para Londres)

Ontem ao serão, já de pijama (de Verão), fui buscar a manta de pêlo e enrolei-me nela. Ele admirou-se (ainda se admira com estas coisas...), com este calor, eu de manta... Mas soube-me bem o aconchego e a ilusão que os dias Outonais estão mesmo aí.
Não me parece.

Sim, a "boa" disposição continua.
Xo,Xo, F.

10 outubro 2011

Jardineira de Choco

By, [miss]Framboesa
Gostámos bastante deste prato: gostoso, saudável e a fugir aos pratos de carne.Nunca tinha feito, por isso reuni ideias de várias receitas e adaptei ao nosso gosto. A repetir :)

Ingredientes:
azeite
4 dentes de alho 
1 cebola grande
rodelas de chouriço
tiras ou cubos de choco*
miolo de camarão (opcional)
legumes congelados para jardineira ou cenoura, batata e ervilhas
sal e pimenta
vinho branco
1 caldo de marisco
coentros

*eu comprei um choco daqueles gigantes que pedi para cortar em tiras; só usei metade do choco

1. Na panela de pressão deitei um pouco de azeite e a cebola cortada ás rodelas. Deixei passar com a panela aberta.

2. Quando a cebola estava translúcida juntei as rodelas de chouriço e o alho em pedaços. Deixei refogar com a panela aberta cerca de 5 minutos.

3. Juntei o choco e temperei com sal e pimenta (atenção que ainda se vai juntar o caldo de marisco por isso não convém abusar). Mexi e deixei cozinhar em lume baixo, panela destapada, mais ou menos 12 minutos.

4. Juntei um copo de vinho branco,1 caldo de marisco e a mistura congelada de jardineira; adicionei água até quase cobrir.

5. Tranquei a panela de pressão e contei 10 minutos depois de começar a ferver.

6. Ao fim desse tempo destapei a panela, juntei parte dos coentros picados e deixei apurar mais um pouco (pode-se juntar miolo de camarão nesta altura).

7. Fora do lume polvilhei com os restantes coentros e servi.

Xo,Xo, F.
para qualquer eventualidade, consultar o "disclaimer #1"

07 outubro 2011

Blogosfera

By, [miss]Framboesa

Não consigo seguir durante muito tempo:
-blogs que apenas falam de dieta (na base do perdi, ganhei, comi, gorda, magra, ervilha, comprimidos, gorda, comi...)(been there, bem sei)
-blogs que apenas falam dos filhos (disse isto, levantou um braço, mexeu uma perna, disse aquilo, perdeu um dente, perdeu outro, e outro, e outro...)
-blogs que apenas falam de roupa e moda (ai morri qando vi o vestido baratíssimo a 54372 euros, comprei, vejam todas comprei e vou comprar 17 malas e 42 pares de sapatos )
-blogs cutxi-cutxi ( e não, nem sempre são de miúdas de 14 anos...aqueles com amiguinhasssss, e fofuxices e muito love, muito caramelo e muito açúcar)
-blogs necessitados de atenção ( do tipo : Sigam-me no facebook por favor, vou lançar um concurso para sortear um par de meias entre os meus seguidores, por favor comentem...comentem!!!)

Pronto, era isto.
Estamos de mau humor.Eu e as galochas.
Xo,Xo, F.

Isto.

By, [miss]Framboesa
preciso de chuvaXo,Xo, F.

04 outubro 2011

Despertares

By, [miss]Framboesa
...E às vezes chegamos a um ponto na vida em que nos parece que ela flui assim pacificamente, sem pontos a realçar, mas também sem algo de maior que nos apoquente...e ficamos a pensar que tudo está perfeito, que tudo está sereno, que nada mais temos a ansiar ou temer.

E depois da acalmia vamo-nos dando conta que para alcançarmos os nossos objectivos, realizar os nossos desejos e concretizar os nossos sonhos, essa acalmia nem sempre é benéfica porque muitas vezes significa apenas que caímos na inércia, como que a dizer que o que não tem remédio remediado está... e transformamo-nos em espectadores da nossa própria vida, figurantes no nosso filme.
Xo,Xo, F.

03 outubro 2011

Loboutin

By, [miss]Framboesa
Se fazem mesmo questão de ter uns sapatos só porque têm uma sola vermelha Loboutin, é fazer trabalho de bricolage. Cumpre o objectivo* na totalidade.

(*O que quer que isso queira dizer...).
Xo,Xo, F.